Controle sua Loja com NEX. É Grátis!

Voltar ao Início do Blog
Marketing / Vendas

Dicas para aumentar o faturamento de seu pet shop

Vira e mexe eu recebo pedido de dicas para Pet Shops. Fui pesquisar e entendi o porquê. No Brasil, há mais de 70 milhões de cachorros e gatos. Segundo o IBGE, a estimativa é de que 62% das famílias brasileiras tenha um bichinho de estimação em casa. Para mais da metade dessas pessoas, os animais são como filhos. E como um filho, precisa receber educação, higiene, cuidados com a saúde e estar bem arrumado!

Se você é dono de um pet shop, sabia dessas estimativas só pela convivência com seus clientes.

Esse é o mercado que mais cresce no Brasil e um dos mais resistentes à crise. Por outro lado, a concorrência é grande. Então vou te passar algumas valiosas e inovadoras dicas para se destacar e conseguir manter seu pet shop atraindo mais clientes.

Tudo o que envolve esse integrante tão especial das famílias, deve levar em consideração o dono. Sim, o estilo do dono é que define o do animal. Um mercado promissor e ainda não explorado em todo seu potencial é o de moda animal. Isso mesmo, os pets têm até estilista próprio que cria coleções de acessórios e roupinhas fashion! E qual o acessório que o dono vai comprar? O que tem semelhança com o que ele mesmo usaria!

Atualmente, isso está ocorrendo com a alimentação também. Você sabia que há rações vegetarianas disponíveis no mercado? Pois é, uma empresa de São Paulo distribui rações de alimentos conscientes que levam em sua composição somente ingredientes de origem vegetal de fabricantes que não realizam testes em animais. A empresa se chama VegPet e foi criada justamente por um vegetariano, o empresário Victor Ramos, que não queria mais oferecer para seu cãozinho o que ele mesmo não comia: alimentos de origem animal.

Esses dois exemplos mostram uma nova demanda no mercado por produtos personalizados de acordo com o estilo de vida dos donos de animais. Afinal, quem entra em sua loja e paga pelos produtos é o dono ou o cãozinho?

Atente-se para a expressão “nova demanda” do parágrafo anterior. É aí que está o que vai tornar sua loja, um pet shop do futuro. Se você fosse um cãozinho bem curioso, estaria de orelhinhas em pé para ler tudo o que vou escrever a partir de agora. Vamos lá?

Aprendendo com os Pit Bulls do mercado

Aos poucos, um novo negócio está surgindo com a força dos grandões: são agressivos e perceptíveis por onde passam, assim como os Pit Bulls, e querem abocanhar o mercado sem dó. Um mercado que você, junto com outras milhares de lojas de bairro, ainda dominam. Esses mega pet shops são lojas enormes e que oferecem tudo, tudo mesmo que um animal de estimação precisa para ser feliz. Desde o básico até o acessório mais caro do luxo pet.

Porém, você não precisa sentir-se como um Lulu da Pomerânea amedrontado diante desse Pit Bull. Isso porque eles é que temem você e sua turma. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), 37% das pessoas ainda preferem comprar em lojas de bairro. Mas como nenhum concorrente deve ser ignorado, antes que eles venham com força total, prepare-se para atender essas demandas por novidades e aprenda com eles a agir como uma mega loja.

O primeiro aprendizado que você pode aplicar é da variedade. Procure oferecer a maior variedade de produtos. Saia do básico e ofereça esses acessórios fashion, por exemplo. Procure por alimentos naturais, veganos, funcionais e tudo o que esse novo mercado de alimentos pet oferece.

Uma dica simples e que faz muito sentido é a forma de arrumar os produtos na loja. Apesar de ser as campeãs de vendas, as rações são as que menos geram faturamento, por isso, coloque esses produtos no fundo. Se alguém quer comprar ração vai ter que passar por toda a loja (ser gentil é importante, mas neste caso, deixe o cliente ir até lá sozinho). Capriche nesse trajeto colocando os artigos mais atraentes aos olhos e chame a atenção desse cliente para outras possibilidades. Depois que ele passou por essa experiência visual, é bacana que ele encontre o vendedor na área da ração para mostrar uma outra opção de alimentação, como aquelas de alimentos naturais. O cliente passou por um corredor cheio de novidades e quando chega no final do trajeto, ainda é surpreendido pelos alimentos personalizados. Uau!

Essa dica de colocar as rações no fundo da loja não é uma ideia maluca da minha cabeça, é do empresário, Ricardo Matos, dono de uma rede de pet shops chamada 100% PET. Ele abriu seu pet shop depois de perceber o que a loja que ele mesmo frequentava como cliente, não oferecia.

O empresário Paulo Nassar, é dono de outra grande de rede de mega pets, a Cobalsi. Numa entrevista à revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, ele citou uma pesquisa cujo resultado mostra que 80% dos pet shops fecha depois de três anos. Por isso, para ele, o mais importante não é só gostar de animais, mas entender de gestão. Profissionalizar o controle de vendas e estoque para seu negócio não sucumbir a má gestão financeira. Além disso, deu três dicas para pet shops de bairro: “prestação de serviços (banho, tosa, compra recorrente de vacinas e medicamentos), atendimento de altíssimo nível (em que o vendedor é um consultor especializado) e mix de produtos segmentados em determinados nichos (acessórios premium, ração funcional e assim por diante).”

Agora vamos conversar sobre essas e outras dicas?

Prestação de serviços

Esse é uma das ações que requerem maior investimento, porque não se limita a comprar e vender produtos, mas contratar profissionais qualificados e treinados. Se você tem espaço adequado para o banho e tosa e pode investir num profissional bacana para realizar o serviço, vale a pena! Mas se não é este seu caso, porque não tentar uma parceria? Há empresas que oferecem esses serviços em domicílio. Faça uma parceria e indique essa empresa ou profissional aos seus clientes. É importante conhecer bem o serviço para saber o que está indicando e, mesmo que financeiramente não compense de imediato, é uma forma de oferecer ao seu cliente algo de que sua loja não dispõe.

Faça com que seu cliente sinta que ali ele pode encontrar a solução para todas as necessidades de seu pet.

Da mesma forma, é bacana fazer uma parceria com um veterinário de confiança. Uma troca: você indica seus clientes e ele indica os dele. Além disso, mostre a esse veterinário, tudo o que sua loja pode oferecer para tratamento de algumas doenças, como a alimentação livre de ingredientes causadores de alergias, por exemplo.

Outro nicho de prestação de serviços são os hotéis e cuidadores de cães. Da mesma forma que manter um banho e tosa pode ser inviável para muitos comerciantes, oferecer hospedagem também não é simples. Porém, há outras formas de você não deixar seu cliente sem uma boa indicação. Você conhece os aplicativos que encontram cuidadores próximos aos donos de pets? Eles estão no mercado há pouco tempo, mas já atingiram um bom faturamento. No final do post, eu farei uma lista de todas as empresas citadas no texto onde você também vai encontrar esses aplicativos.

Atendimento de alto nível

Toda sua estratégia de negócio deve ter como foco o atendimento. Fazer com que o cliente fique muito seguro de que sua loja é completa, que oferece desde os produtos básicos até o cuidado com a saúde do animal, vai fidelizá-lo com certeza. E fidelidade é outro ponto importante e que pode aumentar o faturamento. Se você quer ser o pet shop escolhido por aquele cliente, ofereça motivos para que ele volte. Invista num programa de fidelização. Ofereça pontos por cada compra e presenteie quando o cliente atingir determinado número de pontos. Capriche nesses presentes que podem ir desde pequenos brinquedinhos até a prestação de um serviço mais elaborado. Quanto mais pontos, melhor o benefício.

Outro ponto vital é investir em treinamento dos funcionários para que ofereçam aquela consultoria especializada que o empresário Paulo Nassar citou. Se você for seu único funcionário estude, informe-se sobre vacinação e novas opções de alimentação disponíveis, como as que citei no início do post. E não se esqueça dos aplicativos que citei acima. Pesquise, teste como eles funcionam e indique para aquele cliente que vai viajar e não tem onde deixar seu animal de estimação. Quanto mais informações você oferecer, mais o cliente vai confiar e maiores são as chances dele se fidelizar.

Aposte nos produtos de nicho

Dentro deste segmento, apostar nos nichos pode ser bem vantajoso. Entre os mais promissores estão a alimentação diferenciada e acessórios personalizados.

Atualmente, existem no mercado produtos muito inovadores. O que mais me chamou a atenção foram os brinquedos educativos. Eles foram criados com base em pesquisas sobre distúrbios desenvolvidos por animais que passam muito tempo sozinhos em casa.

Baseado nestes estudos, o empreendedor, Dalton Ishikawa, criou a Pet Games em 2011 e passou de veterinário para fabricante de brinquedos educativos que desenvolve esses animais solitários e ainda minimiza possíveis distúrbios. O carro-chefe da empresa são as petballs. Segundo reportagem da revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, “São bolinhas que liberam porções de ração, de acordo com o movimento executado pelos pets, em oito níveis de dificuldade. ‘O objetivo é fazer com que o animal interaja com sua cota diária de alimentação de forma estimulante, mesmo que esteja sozinho´ diz Ishikawa”. A Pet Games produz ainda jogos de tabuleiro e mais 18 tipos de brinquedos fabricados com materiais atóxicos.

Se você ainda não vende esses produtos, corre, você precisa vender!

Atraindo clientes com eventos

Outra forma de atrair e fidelizar clientes são os eventos. Um dos mais bacanas são as feiras de adoção de animais. Um terço dos animais domésticos são adotados. Essa relação do dono com o animal é ainda mais afetiva.

Faça parceria com Ongs e realize eventos mensais em sua loja. Convide clientes, divulgue em redes sociais, coloque faixas, enfim, “faça barulho”. Que tal criar uma carteira de vacinação personalizada para dar aos clientes que adotaram? Aproveite também para oferecer o programa de fidelização com alguns pontos já incluídos como forma de valorizar o ato de adoção. Assim, aquela pessoa que adotou seu bichinho de estimação durante a feira torna-se seu cliente potencial sentindo o acolhimento da loja neste momento tão especial.

Abrace a causa e não fique só no dia de adoção, crie campanhas em redes sociais, colocando as fotos dos animais disponíveis para adoção. Conte a história de cada um deles, enfim, envolva seus futuros clientes.

E tem ainda outros tipos de eventos. O Happy Day é um dia especial para colocar a vacina em dia, divulgar novos produtos e oferecer brincadeiras para cães. A ideia é oferecer um dia para cães e donos se divertirem. Uma boa forma de atrair aquele cliente da região que ainda não prestou atenção a sua loja. Neste caso, é bacana tentar um apoio financeiro das marcas de produtos que serão divulgados e até a contratação de um adestrador para entreter os cães.

Concluindo

Desde que comecei a escrever aqui no blog, esse segmento foi o que mais apresentou inovações. E o melhor é que todas podem ser aplicadas, de alguma forma, para qualquer tamanho de pet shop.

Grande parte do que citei aqui teve como fonte a reportagem de capa da revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, edição de outubro. Mas ainda tem tanta novidade que eu aconselho que você compre a revista. Enquanto eu lia, a cada inovação eu dizia um “uau!”. Acho que falei uma dezena de “uaus” até terminar a leitura.

Agora vamos a recompensa por você ter chegado até aqui! Vou passar todos os links de empresas e produtos que citei no texto:

Aplicativos de localização de cuidadores.

PetAnjo

Dog Hero

Rações vegetarianas.

VegPet

Petiscos para cães e gatos, feitos com ingredientes frescos, sem corantes e conservantes.

Panela da Bela

Compostos fitoterápicos dissolvidos em palitos, temperos para ração e comprimidos.

Botica Pet

Jogos e brinquedos educativos.

Pet Games

Acessórios fashion.

Zee.Dog

Medicamentos feitos sob medida para cada pet em produtos com formatos atraentes para o bichinho.

Farmácia Fórmula Animal

E para simplificar a gestão de seu pet shop, pode contar com o Programa NEX que oferece desde o controle de estoque e vendas até ?

Carol

Oi! Eu sou a Carol, do Nex. Estou aqui para ajudar aos pequenos comerciantes como você, a desenvolver todo potencial de seu negócio. Toda semana escrevo sobre algum assunto relacionado ao pequeno comércio: são dicas de gestão financeira, controle de estoque, marketing e vendas. Envie suas sugestões!

Deixe seu comentário!

Fique por dentro!

Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos como este

Obrigado, seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Desculpe, alguma coisa não deu certo. Por favor, tente novamente!

COMPARTILHE

Conheça o Programa NEX

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja!

Download Grátis

Fique por dentro!

Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos como este

Obrigado, seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Desculpe, alguma coisa não deu certo. Por favor, tente novamente!

Conheça o Programa NEX

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja! Fácil de implantar, Simples de Usar e com todo o Suporte que você precisar.

Download Grátis
Central de Ajuda

Para dúvidas sobre o Programa NEX ou Suporte Online...

Acesse a Central de Ajuda
Veja também:

Veja mais sobre

"Marketing / Vendas"
Voltar ao Início do Blog

Simplificando a vida de mais de 46 mil lojas em todo Brasil

O Programa NEX é um sistema de gestão comercial grátis e completo para sua Loja. Com ele você pode controlar seu estoque, registrar suas vendas e fluxo de caixa, emitir Nota Fiscal, fazer orçamentos, imprimir recibos e etiquetas, cadastrar clientes, produtos, fornecedores e muito mais!

Baixe agora mesmo. É grátis!

Você já está sendo redirecionado...

Oops! Algo deu errado, por favor tente novamente!   :(

Nós pedimos o seu e-mail para ajudá-lo durante o processo de implantação do NEX; para mantê-lo atualizado sobre as novidades do sistema; ou com conteúdo relevante sobre a indústria do comércio.

Nós não vamos vender ou disponibilizar o seu endereço para terceiros. Você poderá cancelar o recebimento de nossos e-mails a qualquer momento, diretamente de todas as nossas comunicações.

Ao baixar e instalar o Programa NEX você concorda com os Termos de Serviço do Software

A Nextar é uma empresa especializada em desenvolvimento de software para comércio, com 16 anos de experiência, presente em mais de 46 mil estabelecimentos em todo Brasil.

Criadora do Programa NEX, para lojas e comércios de todos os tipos e também do gerenciador de Lan Houses NexCafé, possui conhecimento profundo do dia-a-dia de seus clientes e oferece soluções de qualidade para transformar o gerenciamento de um comércio em uma tarefa simples, fácil e segura.

Conheça melhor a Nextar