Controle sua Loja com NEX. É Grátis!

Voltar ao Início do Blog
Começando

Microempresário: o GUIA completo sobre o assunto! [2021]

Está querendo abrir o seu próprio negócio e entender melhor o que fazer para se tornar um microempresário? Conheça mais sobre como é gerenciar uma empresa.

Neste texto vamos falar sobre o microempresário, você vai aprender como se tornar um microempresário de sucesso e ter suas principais dúvidas respondidas.

Se tornar dono do seu próprio negócio é uma tarefa desafiadora que exige bastante atenção e planejamento por parte do empreendedor. Uma das primeiras decisões que devem ser tomadas é o tipo de empresa que será aberta, e é ali que surgem muitas dúvidas.

A maneira mais comum e rápida para empreender é abrindo uma MEI, mas existem algumas limitações maiores para este tipo de negócio. Por isso hoje vamos te mostrar o guia completo para se tornar um microempresário de sucesso!

Aproveite a leitura:

O que é ser um microempresário?

Um microempresário é aquele empreendedor que possui um negócio dentro da categoria de microempresa, as famosas MEs. 

Para se encaixar nessa categoria é necessário seguir alguns critérios: enquanto um MEI pode faturar apenas até R$81 mil reais por ano, as microempresas podem faturar até R$360 mil anualmente, isso dá em média R$30 mil reais por mês, além disso, é permitido ter sócios e um número maior de funcionários.

Se você deseja saber o passo a passo para abrir sua empresa do zero, clique aqui.

Qual a diferença entre microempresário e autônomo?

diferença entre microempresário e autônomo

Existem diferentes categorias profissionais e é normal que as pessoas tenham algumas dúvidas sobre elas. Por isso, para simplificar essa questão, vamos explicar a diferença entre autônomo e microempresário.

O autônomo é seu próprio chefe, pode ser tanto uma pessoa física, quanto uma jurídica, sua maior característica é não possuir vínculo empregatício, ou seja, executa seus trabalhos sem carteira assinada, pode prestar serviço para pessoa físicas ou jurídicas e deve pagar alguns tributos, como o INSS. 

Por ter maior liberdade, o trabalhador autônomo tem uma flexibilidade de horário maior e pode aceitar ou não determinados trabalhos, assumindo total responsabilidade sobre eles. Por outro lado, não possui uma renda fixa e a ausência de vínculo empregatício o isenta de alguns benefícios como: férias, 13º salário, FGTS, etc. 

Já um microempresário é dono de sua própria empresa e por isso pode ser apenas uma pessoa jurídica. Em uma ME é possível escolher o regime tributário entre Simples Nacional, para pagar de maneira simplificada, Lucro Presumido ou Lucro Real, além de ser possível abrir a empresa em sociedade e ter funcionários. 

Embora possua um teto para a sua renda anual de R$360 mil reais, este faturamento é maior que o valor permitido para um MEI, permitindo um maior crescimento e desenvolvimento do negócio.

Como se tornar um microempresário?

Como se tornar um microempresário

1. Invista em tecnologia

A tecnologia se tornou um dos maiores aliados dos negócios, por isso é importante que você procure ferramentas e dispositivos que o ajudem a simplificar a rotina de sua empresa.

A tecnologia pode ajudar você a automatizar alguns dos processos de sua empresa e aumentar a produtividade, uma das principais ferramentas é um software de gestão que permita centralizar as informações mais importantes do seu negócio, como cadastro de clientes, controle de caixa, emissão de NFs, cadastro de clientes, produtos e fornecedores, relatórios, entre outros.

Você pode encontrar esses recursos e muitos mais no Programa NEX, um sistema de gestão completo para você. Baixe gratuitamente e comece a usar agora!

2. Busque informações

Mantenha-se sempre informado e atualizado com as informações necessárias para a abertura do seu negócio e como mantê-lo em funcionamento. 

Caso você não tenha muita experiência, você pode procurar órgãos no seu município que possam orientá-lo, como o Sebrae.

O Sebrae é um criado para estimular o empreendedorismo no país, ajudando e incentivando as micro e pequenas empresas, procure o serviço de consultoria Sebrae para estar sempre informado corretamente sobre tudo o que envolve empreender.

3. Escolha a modalidade da sua microempresa

Antes da abertura de uma ME é necessário escolher a natureza jurídica de sua empresa, portanto, é importante conhecer um pouco mais sobre cada uma delas, as principais são:

  • Empresário Individual (EI): aqui você é o único dono da empresa e não possui sócios. Seus bens pessoais estão conectados ao patrimônio da empresa e, em caso de endividamento ou falência, os bens deverão ser usados para quitar as dívidas. Pode se enquadrar como ME ou EPP.
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): na EIRELI você também é o único sócio da empresa, porém seus bens pessoais não ficam comprometidos. Em caso de dívida, você deverá ter o valor disponível em bens ou dinheiro para quitação da mesma.
  • Sociedade Limitada (LTDA): o capital social desse tipo de regime jurídico é constituído por 2 ou mais sócios, que contribuem com capital ou bens avaliados em dinheiro. Nesse caso a responsabilidade dos sócios se limita ao valor do capital social.

4. Conheça o enquadramento tributário da microempresa

Os gastos para abrir uma ME variam bastante de acordo com aspectos como: tamanho da empresa, atividade a ser exercida, município de abertura, equipamentos necessários, etc.

Antes de abrir sua empresa é necessário fazer um plano de negócio com uma ampla pesquisa de mercado que o ajude a estar mais preparado para seu investimento inicial, capital de giro e, futuramente, com seus gastos fixos como aluguel, energia, água e funcionários.

Sobre o pagamento de tributos, como dito anteriormente, uma microempresa pode optar por 3 regimes tributários: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real. 

A maneira mais simples de tributação é o Simples Nacional, com uma taxa fixa mensal é possível pagar diversos impostos sem ter que se preocupar com o lucro da empresa naquele mês.

5. Formalize seu empreendimento

Formalizar seu empreendimento é o passo mais importante para o funcionamento de seu negócio, pois somente após a aprovação da documentação nos órgãos responsáveis da sua cidade, é que sua empresa pode começar a operar.

Esse processo pode variar um pouco de acordo com o Estado e cidade de abertura, por isso é importante que você se informe na prefeitura local sobre toda a documentação e o passo a passo necessários para a formalização do seu empreendimento.

Como ser um microempresário de sucesso?

microempresário de sucesso

Faça cursos

Procure sempre um tempo livre para investir em conhecimento, quanto mais entendimento você tiver sobre assuntos relacionados a empreendedorismo e o ramo de sua empresa, mais fácil se torna gerenciar seu negócio e criar melhores estratégias para alavancar seu empreendimento.

Você pode acessar nosso texto “Cursos gratuitos para pequenos empreendedores” para ter acesso a cursos que falam desde a abertura de uma empresa, até sua administração!

Acesse sites e blogs para se atualizar

Existem alguns sites e blogs dedicados exclusivamente a trazer informações relevantes para empreendedores. 

Aqui no Blog do Programa Nex você encontra todo tipo de conteúdo criado para os pequenos comerciantes, com dicas sobre como começar seu negócio, melhorar a gestão, controlar seu estoque e alavancar seu negócio com o marketing certo! 

Toda semana temos conteúdo novo, conheça mais do nosso blog e coloque em prática nossas dicas.

Outro site que você não pode deixar de visitar é o Portal Sebrae, no blog você encontra conteúdos com dicas sobre gestão, finanças e leis! Além disso, é possível tirar suas dúvidas em relação aos problemas de sua empresa.

Use aplicativos para facilitar as tarefas

Usar aplicativos é uma das maneiras mais práticas de manter o controle do seu negócio independente do lugar que você estiver. 

Com o NEXapp, disponível na Play Store e App Store, é possível acompanhar seu negócio na palma da mão e em tempo real! 

Nele você acompanha as principais informações do seu negócio, como vendas, orçamentos, abertura ou fechamento de caixa, controle de estoque, resumos financeiros e mais!

Quais são as vantagens e desvantagens de ser um microempresário?

vantagens e desvantagens microempresário

As microempresas estão enquadradas na Lei Geral das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, isso traz como benefício o pagamento de menos impostos e com um processo menos burocrático que em outras empresas, também é possível participar de licitações, assim como as grandes empresas.

Porém, se você deseja um negócio com grande potencial de crescimento, abrir uma ME pode não ser o ideal para você, já que para usufruir dos benefícios ofertados por esse tipo de empresa, é necessário limitar seu faturamento anual e número de funcionários, consequentemente o crescimento do negócio também.

Microempresário: as principais dúvidas respondidas!

Microempresário principais dúvidas

Quais são os principais impostos pagos por um microempresário?

Os principais impostos que uma microempresa deve pagar são:

  • ISS: Imposto sobre Serviços.
  • PIS: Programa de Integração Social.
  • COFINS: Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social.
  • IRPJ: Imposto de Renda Pessoa Jurídica.
  • CSLL: Contribuição Social sobre Lucro Líquido.
  • CPP: Contribuição Previdenciária Patronal.

Há limite de faturamento?

Sim, o limite de faturamento de uma microempresa é de R$360 mil reais por ano, caso o faturamento ultrapasse esse valor, no próximo ano ela passa a ser considerada uma Empresa de Pequeno Porte (EPP), que possui um faturamento anual entre R$360 mil e R$4,8 milhões.

Como é feito o pagamento?

A maneira mais simples de realizar o pagamento de impostos é com o Simples Nacional através do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). 

Os impostos têm como base a apuração da receita bruta mensal da microempresa, por isso varia de acordo com seu faturamento e pode ficar entre 4% e pouco mais de 17% sob o faturamento mensal.

Devo entregar alguma declaração?

As MEs enquadradas no Simples Nacional devem enviar a Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis) anualmente para comprovar a regularidade da empresa.

Quantos funcionários um microempresário pode ter?

Para atividades relacionadas a comércio e serviço é permitido um número máximo de 9 funcionários, este número aumenta para 19 funcionários para atividades de indústria.

Quanto ganha um microempresário?

Não existe um valor exato para o faturamento de um microempresário, fatores como gastos fixos, gastos variáveis, investimentos e lucro da empresa afetam diretamente o ganho do empreendedor.

Microempresário precisa declarar imposto de renda?

Sim. Entre os impostos a serem pagos está o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica.

Microempresário pode receber seguro desemprego?

Se você é sócio em uma ME, mas possui outro trabalho com registro em CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social), você pode receber o seguro desemprego desde que comprove alguns dados.

Para ter esse direito ao seguro desemprego o trabalhador deve comprovar que não possui renda própria para seu sustento e o da sua família, além de precisar estar desempregado quando for dado o deferimento de receber os valores e não pode receber benefício da Previdência Social, fora o benefício por pensão, morte ou auxílio acidente.

Qual a diferença de Microempreendedor Individual e Microempresa?

Microempreendedor Individual ou MEI, é aquele trabalhador autônomo que optou por formalizar seu trabalho com menos burocracia que outros tipos de negócios. 

Assim como todo tipo de empresa possui vantagens e desvantagens, para saber tudo sobre MEI e aprender a se tornar um sem pagar nada, no artigo: Como abrir uma MEI.

Já a microempresa é aquela com faturamento de até R$360 mil reais mensais, que pode ser composta por sócios e ter um número de funcionários maior.

Conclusão

Se tornar um microempresário pode trazer diversos benefícios para você, para ter um negócio de sucesso é necessário estar em constante desenvolvimento, para isso não deixe de seguir nossas dicas.

Empreender pode parecer complicado, mas a equipe do Programa Nex está aqui para ajudar você a facilitar esse processo. Não deixe de acompanhar nossos outros textos e deixe suas dúvidas nos comentários!


Camila

Olá, meu nome é Camila Upegui! Estou aqui para ajudar você, pequeno comerciante, na gestão de seu negócio. Minha missão é escrever sobre suas principais necessidades e ajudar seu comércio a crescer. Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, não deixe de me enviar!

Conheça o Programa NEX

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja!

Download Grátis

Deixe seu comentário!

Fique por dentro!

Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos como este

Obrigado, seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Desculpe, alguma coisa não deu certo. Por favor, tente novamente!

COMPARTILHE

Fique por dentro!

Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos como este

Obrigado, seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Desculpe, alguma coisa não deu certo. Por favor, tente novamente!

Conheça o Programa NEX

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja! Fácil de implantar, Simples de Usar e com todo o Suporte que você precisar.

Download Grátis
Central de Ajuda

Para dúvidas sobre o Programa NEX ou Suporte Online...

Acesse a Central de Ajuda
Veja também:

Veja mais sobre

"Começando"
Voltar ao Início do Blog

Simplificando a vida de mais de 50 mil lojas em todo Brasil

O Programa NEX é um sistema de gestão comercial que vai facilitar a rotina da sua Loja. Com ele você pode controlar seu estoque, registrar suas vendas, controlar o caixa, emitir nota fiscal, fazer orçamentos, imprimir recibos e etiquetas, cadastrar clientes, produtos, fornecedores, controlar as contas a pagar e muito mais!

Baixe grátis agora mesmo. É fácil!

Baixe Grátis
Ao baixar e instalar o Programa NEX você concorda com os Termos de Serviço do Software

A Nextar é uma empresa especializada em desenvolvimento de software para comércio, com 16 anos de experiência, presente em mais de 50 mil estabelecimentos em todo Brasil.

Criadora do Programa NEX, para lojas e comércios de todos os tipos, possui conhecimento profundo do dia a dia de seus clientes e oferece soluções de qualidade para transformar o gerenciamento de um comércio em uma tarefa simples, fácil e segura.

Conheça melhor a Nextar