Voltar ao Início do Blog
Cliente

Revenda de produtos: saiba como funciona e o que deve analisar

Se você está procurando ganhar uma renda extra ou deseja abrir o seu próprio comércio, saiba que a revenda de produtos é uma excelente opção! Leia para saber tudo sobre o tema.

Revenda de produtos é um bom negócio?

Dentro do vasto mundo do comércio brasileiro, existem várias opções para começar a empreender: você pode montar uma lojinha física no seu bairro, investir em uma forma de negócio em casa, vender individualmente em plataformas como o mercado livre, ou até montar uma loja virtual. 

A partir dessa escolha do tipo de negócio, um caminho possível - e muito promissor - é a revenda de produtos, por serem economizados gastos com produção e funcionários.

Se você veio aqui procurando qual o melhor produto para revender, produtos para revenda direto da fábrica, produtos baratos para revenda ou até produtos para revender em consignação, está no lugar certo! 

Continue lendo que eu vou explicar como funciona o processo e o que você deve analisar se deseja prosseguir com esse objetivo.

Como funciona a revenda de produtos?

Revender produtos é, basicamente, agir como intermediário na relação entre o fabricante e o consumidor final, lucrando nessa diferença entre o preço pago ao fornecedor e o valor final pago pelo cliente. 

Embora seja um modelo antigo de negócio, ele foi amplamente transformado pelas facilidades e integrações que a internet proporciona. 

Uma grande vantagem é que, para embarcar nessa empreitada, de início não é necessário dedicação exclusiva e você pode manter o seu emprego atual como garantia.

A modalidade de revenda pode ser feita tanto pela compra de fornecedores nacionais (por meio de distribuidoras ou das próprias fábricas), quanto pela importação de produtos diversos. 

Essa prática é muito popular nos últimos tempos principalmente pelos preços muito atrativos das mercadorias chinesas. 

Controle as vendas de sua revendedora de produtos com o Nex! Ele é um sistema de gestão completo e integrado que oferece recursos como PDV Grátis, Controle de Vendas, Delivery e Entregas, Catálogo de Produtos com Pedido Online, e mais! Clique aqui para baixar gratuitamente.

Como escolher o melhor produto para revender?

Uma das principais vantagens desse ramo do comércio é que você não precisa se preocupar com a produção, podendo escolher os melhores mix de produtos do mercado que façam sentido para a sua realidade. 

É claro que essa será uma das principais decisões antes de começar na revenda de produtos, e estará presente até quando você já estiver há muito tempo vendendo.

O primeiro passo de todos é definir bem qual será o seu público-alvo e as necessidades que deverão ser supridas. 

Qual a faixa etária e renda média dos consumidores que você pretende atingir? 

A partir daí, analise os produtos mais pesquisados por essa clientela e você já terá filtrado muitas opções. 

Além disso, é muito importante estudar o mercado do segmento em que você vai atuar, e fazer um bom monitoramento das mercadorias mais vendidas assim como das estratégias dos principais concorrentes. 

Uma boa dica é escolher um produto com o qual você já tenha afinidade e conheça sobre os detalhes, pois isso agregará propósito ao negócio e aumentará as suas chances de convencer os clientes sobre o diferencial daquela mercadoria. 

Porém, é preciso juntar essa afinidade com alguns fatores práticos. Por exemplo, não será nada interessante escolher, logo de início, mercadorias grandes, frágeis e de difícil transporte; essa é uma complicação desnecessária para quem está começando. 

O principal critério que você deverá analisar, então, é a lógica volume X preço: os melhores produtos são aqueles que custam pouco e apresentam alto volume de vendas, pois te proporcionam uma margem de lucro satisfatória e mantêm o seu estoque com giro.

Falarei mais sobre isso um pouco adiante, então continue lendo! 

Agora vamos aos tipos de revenda de produto que existem no mercado:

Tipos de revenda

Embora este seja um modelo de negócio bem vasto e existam muitos caminhos diferentes a seguir, eu separei alguns dos principais tipos que podem ser ideais no início e alavancar a sua jornada como pequeno comerciante. 

Confira:

Catálogo

tipos de revenda catálogo

Esta talvez seja a modalidade mais antiga e conhecida, já que as grandes marcas como Avon, Natura e Jequiti estão no mercado há anos conquistando cada vez mais revendedores. 

A lógica da escolha desse modelo por essas marcas é a de que os revendedores locais acabam passando confiança aos clientes, construindo uma relação de proximidade que muitas vezes as grandes empresas não conseguem adquirir.

Também conhecido como venda direta ou marketing multinível, sua principal vantagem é a de que o fornecimento dos produtos fica totalmente por responsabilidade da empresa.

Fazendo com que você não precise se preocupar com estoque e com altos investimentos iniciais. Na maioria das vezes, é possível iniciar com a aquisição de apenas um kit mínimo.

Além disso, outro ponto interessante é que não há contrato de exclusividade, ou seja, você poderá ser revendedor de várias marcas ao mesmo tempo e oferecer um variado mix de produtos aos seus clientes. 

Porém, o representante acaba ficando de certa maneira dependente da empresa representada, já que não será possível escolher os próprios produtos e a margem de lucro não será tão alta.

Consignação

Neste caso, determinado fabricante cede uma quantia de produtos para o revendedor e um percentual de comissão sobre as vendas, mas caso não seja possível vender todos, você poderá devolver o restante sem custo. 

O atrativo desse modelo é que você tem pouquíssimas despesas, e não precisa realizar compras previamente. 

A desvantagem, por outro lado, é parecida com a que eu já mencionei: muitas empresas trabalham com lotes prontos dos produtos para revender em consignação, te deixando sem poder de opções na escolha do melhor produto para revender.

Lembre-se de que, para que uma boa parceria seja estabelecida na venda por consignação, é preciso ter uma boa relação com o fornecedor e saber negociar prazos e valores. 

Internet

Apesar de que as duas estratégias mencionadas acima também podem contar com uma forte presença virtual para impulsionar as vendas, uma outra opção é tornar o processo quase que exclusivamente online. 

Sem a necessidade de nenhum espaço físico e realizando tanto os pedidos quanto as vendas por meio da internet. 

Afinal, já não é novidade o enorme crescimento do e-commerce nos últimos anos, e é claro que a revenda de produtos também pode se aproveitar disso.

A revenda pela internet, no entanto, não é uma modalidade fechada de negócio e dentro dela existem várias possibilidades: você pode optar por realizar os seus pedidos dentro do país, diretamente das fábricas ou por meio de distribuidoras como a Golden; ou pela importação de mercadorias da China através de sites como Alibaba e Aliexpress.

Outra alternativa que vem ganhando bastante espaço no mercado atualmente é o dropshipping

Um modelo de negócio em que o próprio fornecedor se encarrega da armazenagem e envio dos produtos, enquanto o revendedor fica responsável pela hospedagem do site e concretização das vendas. 

De todo modo, para trabalhar com revendas online é necessário um conhecimento básico sobre redes sociais e marketing digital, pois é somente com uma forte presença na internet que você conseguirá um alto volume de vendas. 

É imprescindível anunciar as suas mercadorias em canais virtuais, e é aí que entra o Catálogo Online do Programa Nex! Ele é um recurso que permite cadastrar todos os seus produtos e vendê-los para os seus clientes, sem custo adicional! Saiba mais clicando aqui.


Por fim, esteja sempre atento aos fornecedores! Já que no ambiente virtual o contato é diferente e mais distante, o cuidado precisa ser redobrado, e você precisa escolher bem os melhores fornecedores de produtos para revenda online.

O que analisar em uma revenda de produtos?

Se você está pensando em abrir um novo negócio ou apostar nessa ideia como uma forma de renda extra, alguns aspectos precisam ser levados em conta.

Assim, estará preparado para que não haja grandes frustrações e você possa iniciar com o pé direito. 

Veja algumas dicas:

Seleção dos produtos

seleção de produtos

Como eu já mencionei anteriormente, a escolha do produto ideal é um ponto chave para conseguir revendas lucrativas. 

Nela, você deverá analisar os desejos do público que deseja atingir, as mercadorias mais vendidas pelos concorrentes, a margem de lucro que você poderá obter, e até mesmo as suas afinidades pessoais.

Embora não haja uma lista fixa e você deve pensar em todos esses fatores para escolher as melhores opções, aqui vão alguns produtos que bombam nas revendas para te ajudar na decisão:

Transporte

transporte

Aqui, novamente os cálculos e análises necessárias vão depender do formato de revendas com o qual você escolher trabalhar. 

Caso opte por comprar direto das fábricas, uma boa quantia terá de ser investida periodicamente para os deslocamentos até o local; então, pode ser interessante avaliar a alternativa de transportes coletivos com outros pequenos comerciantes.

Já se o modelo escolhido for a compra de fornecedores ou distribuidoras online, será preciso levar em conta os custos com o frete - muitas vezes altos - e tomar a seguinte decisão: você cobrará taxas de envio separadamente ao consumidor, ou incluirá esse custo já no preço final do produto?

Por último, nos casos das importações e dropshipping internacional podem entrar outros fatores na jogada, como por exemplo os redirecionadores de encomenda - empresas que recebem o seu pedido de alguma fábrica que não envia ao Brasil, para depois enviar diretamente à casa do cliente final. 

Isso também vai influenciar as suas estratégias de cálculo da margem de lucro e precificação, e deve ser cuidadosamente analisado para que as melhores decisões sejam tomadas.

Concorrência

Pesquisar o mercado e observar os sucessos e fracassos dos seus concorrentes deve ser uma prática constante e, quanto menos você conhecer, mais deve pesquisar. 

Na revenda de produtos por catálogo e consignação, é interessante ver quais produtos os outros representantes andam vendendo mais facilmente, e também captar aqueles em que há certa dificuldade nas vendas para que você possa tirar algum proveito disso.

No entanto, mesmo se estivermos tratando de revenda no ambiente físico, é sempre vantajoso realizar pesquisas periódicas de quais produtos estão em alta, seja por meio de buscas nos principais marketplaces e canais de venda, ou através de conteúdos específicos em sites e blogs.

O Blog do Programa NEX está sempre aqui para te ajudar, e eu separei um texto com a lista dos 25 produtos mais vendidos em 2020! 

Qualidade

Muitos empreendedores iniciantes se empolgam realizando pedidos enormes a preços de banana, de produtos dos quais desconhecem a procedência. 

Mas por mais óbvio que pareça, você não pode esquecer do quesito qualidade no processo de revenda de produtos; afinal, se a mercadoria for ruim o cliente poderá manchar o nome do seu negócio por ter ficado insatisfeito com a compra, e ninguém sai ganhando. 

Por isso, é necessário averiguar bem se os componentes são seguros, a procedência da matéria prima, se a embalagem é segura e instrutiva, etc.

Isso é especialmente delicado no caso das importações e compras virtuais, então é recomendável realizar alguns pedidos teste para ver se o produto atende às expectativas, para então começar a vendê-lo aos seus clientes. 

O essencial, no final das contas, é tentar encontrar o balanço perfeito entre preço justo e qualidade, para que seja possível ao mesmo tempo alcançar um bom número de vendas e fidelizar clientes.

Fornecedores

E por falar em qualidade, aí está um atributo que você deve buscar também no seu fornecedor! 

Em muitos casos, ele acaba se tornando praticamente um sócio da empresa, e deve ser encarado como um parceiro no processo de crescimento de ambas as partes. 

Por isso, é necessário sempre avaliar elementos como a transparência de procedimentos do fornecedor, o cumprimento dos prazos de entrega, as formas de pagamento que ele disponibiliza, e até mesmo a sua capacidade de resolver imprevistos.

Mas é claro que um dos principais aspectos que você vai considerar na escolha dos fornecedores é o preço, então faça uma cotação de preços boa e eficiente, levando em conta tudo que eu mencionei anteriormente. 

Além disso, principalmente se estivermos falando de importações em sites internacionais, lembre-se de verificar o perfil online do fornecedor e se certificar de que não há muitas avaliações negativas por parte de outros usuários. 

Caso isso não seja possível, uma boa alternativa é tentar entrar em contato com outros clientes daquele fornecedor para receber um feedback sobre os seus serviços.

Quer saber mais sobre como se relacionar com fornecedores? 

Eu recomendo estes dois textos do blog: 

Público-alvo

Lá no começo do texto, quando falava um pouco de como escolher o produto ideal para revenda, eu já ressaltei a importância de definir o seu público-alvo logo nas primeiras etapas do negócio. 

É um fator que não estará presente apenas na escolha do produto, mas em várias esferas do seu planejamento: na escolha dos fornecedores, por exemplo, se a sua clientela for o pessoal do bairro, será mais interessante optar por fornecedores locais.

Na criação do seu site ou catálogo online, também, você terá que construir os artifícios visuais pensando nas características dos consumidores aos quais vai se dirigir; caso o seu nicho de mercado seja voltado à terceira idade, designs simples e elementos de fácil visualização são obrigatórios na estrutura da página.

Tendo tudo isso em vista, pode ser interessante para o seu negócio elaborar uma “persona”, isto é, a representação do seu cliente ideal, com características particulares - e fictícias - como nome, idade, renda, interesses, carreira e problemas cotidianos. 

Para saber um pouco mais sobre pesquisa de público-alvo.

Marketing

marketing

Uma vez definidos os seus potenciais clientes, é hora de conquistá-los! 

Neste mundo online e conectado em que estamos vivendo, sabemos que a importância do marketing - e especialmente do marketing digital - é cada vez maior, e você como revendedor não pode ficar fora dessa. 

As modalidades de revenda que eu mencionei aqui não são exclusivamente online, então os representantes ainda precisam contar com a boa e velha lábia e outras habilidades típicas de vendedor para garantir sucesso nos resultados. 

Entretanto, mesmo esses comerciantes que trabalham na rua precisam colocar esforços no marketing digital, pois hoje em dia construir uma forte presença online é imprescindível se você quiser alcançar um elevado número de vendas. 

Então, avalie as opções de penetração no ambiente virtual de acordo com a sua presente situação, pois são muitas possibilidades! 

Você pode se cadastrar no Google Meu Negócio, criar um catálogo de produtos para receber pedidos online, investir nas redes sociais por meio de anúncios, e elaborar um site próprio com a sua identidade! 

Vale a pena trabalhar com revenda de produtos?

É claro que não existe modelo de negócio perfeito ou solução milagrosa, mas como você viu ao longo do texto a revenda de produtos é uma boa alternativa para quem busca uma renda extra. 

Ou deseja abrir um novo negócio sem precisar correr muitos riscos e enfrentar muita burocracia. 

As modalidades de catálogo (venda direta), consignação e pela internet, acabam não demandando grandes investimentos iniciais e esforços com burocracia, já que muitas vezes nem é necessário possuir CPF, e os custos com estoque e outros fatores permanecem sob responsabilidade das grandes empresas. 

Então, avalie bem as maneiras pelas quais deseja entrar no mundo do comércio, a revenda de produtos pode ser uma boa para você!

Para começar com o pé direito nessa empreitada, faça a gestão das suas revendas de produtos com o NEX! 

Tenha acesso a recursos completos como Controle de Pedidos, Orçamentos, Cadastro de Clientes, Catálogo de Produtos com Pedido Online, PDV Grátis e mais! E melhor ainda: o download é grátis! Clique aqui para baixar.


Conclusão

Durante a leitura, você aprendeu como funciona a revenda de produtos e suas modalidades, onde comprar produto para revenda, e como escolher os melhores fornecedores de produtos para revenda online. 

Além disso, também conferiu algumas dicas do que deve ser levado em conta antes de iniciar nesse ramo do comércio. 

E aí, pretende investir nisso e começar uma nova jornada comercial? 

Conte para nós! E qualquer dúvida ou sugestão, não deixe de escrever também nos comentários.


O que você vai encontrar nesta leitura:

Conheça o Programa Nex

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja!

Download Grátis

Deixe seu comentário!

COMPARTILHE

Conheça o Programa Nex

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja! Fácil de implantar, Simples de Usar e com todo o Suporte que você precisar.

Download Grátis
Central de Ajuda

Para dúvidas sobre o Programa NEX ou Suporte Online...

Acesse a Central de Ajuda
Veja também: