Controle sua Loja com NEX. É Grátis!

Voltar ao Início do Blog
Coronavírus

Soluções para os pequenos comércios em tempos de crise

É na crise que surgem as oportunidades. Provavelmente você já ouviu esta frase nos últimos dias. Mas será que isso se aplica aos pequenos negócios?

O cenário que a pandemia decorrente da doença causada pelo novo coronavírus tem desenhado no País, faz com que as medidas de isolamento sejam reforçadas ainda mais como forma de enfrentamento da emergência de saúde pública. 

Em razão desta crítica situação, os pequenos comércios tem sido alvo de queda de faturamento pois muitos foram pegos de surpresa e tiveram que fechar suas lojas físicas e agora estão correndo para poder recuperar o prejuízo. Sabemos como é complicado tomar decisões ágeis frente a mudanças repentinas como esta, mas é muito importante que os pequenos empreendedores reajam de forma consciente e organizada para superar esta crise.

Por isso, baseado no Boletim de impactos da COVID-19 nos pequenos negócios, fornecido pelo Sebrae, escrevemos algumas soluções práticas em relação a alguns setores do mercado para ser implantadas o quanto antes a fim de retomarem suas operações de vendas. 

Segmento de Vestuário

O segmento de vestuário é um dos que mais cresce no Brasil e tem um alto índice de abertura de novos empreendimentos por ano. Infelizmente, 80% do varejo já apresentou queda na sua receita até agora.

Uma das soluções para este ramo de negócio é vender pelas Redes Sociais. Para isso é necessário que você crie uma página para a sua loja e esteja sempre postando novidades, promoções, dicas de looks, novos produtos em estoque e todo o tipo de conteúdo que você sabe que o público que costumava frequentar sua loja física vai adorar. Esta é uma forma de estar sempre em contato com os seus clientes e estimulá-los a comprar através de imagens chamativas que despertem seu potencial consumidor.

A logística de entrega também deve ser muito bem pensada quando as vendas passarem a ser online. Hoje, no mercado, é possível encontrar muitos aplicativos de entrega, porém o serviço também pode ser contratado diretamente. A opção de ter um serviço próprio de entrega ou você mesmo se disponibilizar para isso, caso seja possível, abre a possibilidade de montar um serviço de provador delivery, por exemplo.

No provador delivery as peças são pré selecionadas a partir de uma conversa com o cliente e enviadas para o endereço indicado. Assim a pessoa prova e escolhe as peças que vai comprar.

Escrevemos um Manual de como vender pelas Redes Sociais e driblar a crise, clique aqui para ler!

Além disso, é interessante inovar e criar oportunidades em momentos assim. Dessa maneira você pode atender nichos que antes você não atendia e expandir seu potencial de negócio. Um exemplo é a comercialização de itens de proteção individual, como máscaras laváveis. Este tipo de produto tem sido muito procurado, pois em alguns estados o uso passou a ser obrigatório. O Ministério da Saúde escreveu um Manual com recomendações importantes para a população confeccionar suas máscaras caseiras de forma correta, confira clicando aqui

Para as confecções maiores, uma alternativa é realizar negociações com fornecedores e clientes. Se este for seu caso, você pode buscar fechar contratos futuros oferecendo descontos coerentes e atrativos para que seus clientes vejam benefícios em ter um contrato de venda antecipado com a sua confecção.

Lembre-se de despender o mínimo do seu caixa para este tipo de operação, pois o planejamento financeiro para conter gastos agora é uma prioridade. Escrevemos um Manual de planejamento financeiro e econômico para enfrentar os efeitos da pandemia, clique aqui para conferir. 

Ainda há a possibilidade de confeccionar roupas e acessórios de proteção para os profissionais de saúde. Como estes produtos possuem normas específicas de produção e de tipo de tecido, se atente em buscar informações e orientações em fontes sérias e seguras antes de produzir qualquer peça.

Segmento de Construção Civil

Este segmento apresentou uma queda de 58% até agora pois muitas obras foram postergadas pela redução econômica generalizada. 

Como muitas pessoas estão em casa neste período, podendo estar trabalhando ou não, poderão enxergar uma necessidade que não estava tão evidente antes: de reformar pequenos cômodos ou trocar o mobiliário. 

Muitos fatores podem influenciar a decisão de compra deste consumidor como o fator social influenciado pela família. Muitos pais e mães estão com os filhos em casa e observarão a falta de estrutura para os filhos estudarem ou terem algo para passar o tempo. Pensando nisso, buscarão suprir essa demanda com a compra de móveis para escritório ou a compra de eletrônicos para a diversão familiar. Esta é uma situação que o segmento de informática e eletrônica também pode se beneficiar.

Eu sou um grande exemplo de alguém que teve o processo de decisão de compra pautado em um fator cultural, pois após sofrer uma mudança no local de trabalho e começar a trabalhar integralmente em sistema de home office, senti que precisava de um ambiente propício para trabalhar e fiz a aquisição de uma mesa e cadeira de escritório. Todo o meu processo de compra foi feito através de redes sociais e eu só precisei combinar a entrega posteriormente. 

À vista disso, se você ainda não tem página, essa é a oportunidade que você precisava para criar. Fique ligado em manter comunicação ativa com seus clientes, pois assim eles sabem que você está disponível para prestar serviços e realizar vendas caso eles precisem.

Segmento de Alimentação

Os serviços de alimentação sofreram uma queda de 67%, mesmo que alguns comércios, como mercados, não tenham sido obrigados a fechar com as medidas de isolamento. 

A solução para este tipo de comércio que felizmente, foi um dos setores que apresentou respostas mais rápidas em relação à crise, é o serviço de delivery. Aplicativos como Rappi, Ifood e Uber Eats propiciaram essa reação instantânea e fortaleceram o segmento, já que muitos mercados e restaurantes já estavam habituados a este tipo de tecnologia.

Este exemplo faz com que o empreendedor reflita muito sobre a transformação tecnológica que o mundo tem passado e acelere cada vez mais o uso dos meios digitais de vendas no seu comércio como forma de se adaptar a esta nova realidade que está ganhando força e visibilidade nesta quarentena. Um artigo, escrito pela Nielsen, empresa especializada no comportamento do consumidor de mais de 100 países, define esta crise causada pelo Covid-19 como um “catalisador inesperado para a adoção da tecnologia”. Leia mais sobre isso clicando aqui.

O Sebrae ressaltou estas ações para minimizar o impacto deste tipo de empreendimento: 

“Usar cards para divulgação do cardápio em redes sociais. Também nas redes sociais, ressaltar os cuidados de higiene que estão sendo tomados pelo seu restaurante para evitar o contágio. Vender vouchers com desconto para clientes usarem quando os bares e restaurantes reabrirem. Avalie a possibilidade de aderir à redução da jornada ou suspensão de contratos do trabalho permitida a partir da MP 963.“

Segmento Serviços de Beleza, Saúde e Bem-Estar

Neste setor, as farmácias e drogarias apresentaram a menor queda de todas, chegando a 10%. Isso ocorreu por este ser considerado um serviço de saúde essencial. Os estabelecimentos se manterão aberto durante o isolamento, apenas com restrições na quantidades de pessoas circulando dentro do ambiente físico. 

Além do mais, a busca por produtos como álcool em gel, máscaras, suplementos e vitaminas, kit de primeiro socorros, termômetros, antisséptico e remédios que não necessitam de receita aumentou drasticamente. E assim como no caso dos serviços no ramo de alimentação, as farmácias já estavam habituadas em realizar suas entregas através de aplicativos de delivery e essa necessidade só aumentou.

Já o setor como um todo teve um queda de 62% na área da saúde e 69% na área da beleza. Isto inclui salões de beleza, esmalteria, clínicas estéticas, clínicas médicas, loja de cosméticos, perfumarias e mais. Como muitos destes serviços estão diretamente ligados com o contato físico que deve ser evitado de qualquer maneira neste período, umas das soluções é focar no planejamento financeiro. É importante reduzir todos os gastos possíveis como aluguel, plano de internet, telefone, produtos para atendimento, água, energia elétrica e usar o caixa apenas para situações emergenciais, como as demandas familiares, por exemplo. 

Após realizar seu planejamento financeiro, você pode aproveitar para estudar sobre esta área mais a fundo e ficar preparado para quando as operações voltarem a ativa. O Governo Federal lançou uma plataforma de capacitação à distância que reúne centenas de cursos disponibilizados por instituições interessadas em apoiar o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Clique aqui para acessar a plataforma.

Outra alternativa para os comércios que também oferecem a venda de produtos, é apostar nas vendas por Redes Sociais e serviços de entrega. Você pode aproveitar para dar dicas de uso dos produtos de beleza, fazer resenhas e mostrar como ficou o resultado para os seus clientes, fazer postagens com ofertas e até investir na montagem de kits Home Care. Para a última alternativa, você pode se inspirar em empresas de Clube de Beleza como a Glambox e UauBox, queridinhas do mercado. 

Aposto que muitos clientes estão aproveitando o tempinho a mais em casa para cuidar mais deles mesmo usando produtos para pele, cabelo, unha e tudo que eles merecem. Eu mesmo sou um exemplo disso pois já fechei a assinatura com um dos Clubes de Beleza. Lembre-se de enviar junto aos kits os procedimentos corretos de uso e quem sabe você não se empolga e grava até um vídeo para a sua página nas redes sociais?!

Segmento de Pet Shop e Veterinária

Este segmento apresentou até agora uma queda de 55%. Uma das alternativas neste setor é oferecer consultas veterinárias online, em casos que isso seja possível, como em indicações nutricionais para os pets. Além disso, os produtos do Pet Shop podem ser comercializados também online. Assim como as pessoas não deixarão de ir no mercado, não deixarão de comprar a comida que seu pet tanto gosta. 

Estas foram as dicas que o Sebrae disponibilizou para este setor:

“Apostar em parcerias com aplicativos de entrega, assim como manutenção de relacionamento com os clientes por meio das redes sociais é essencial para o momento de baixa. Aumentar a comercialização por meio de plataformas digitais.“

Quer ver mais tendências para outros segmentos? O Sebrae está disponibilizando um boletim semanal com base nas suas pesquisas. Fique por dentro de tudo, clicando aqui.

Além disso a equipe do Blog do Programa NEX está preparando conteúdos semanais para auxiliar os pequenos negócios a enfrentarem esta crise, fique ligado aqui e sinta-se à vontade a trocar uma ideia conosco no chat da nossa Página do Facebook.

Não é tempo de se desesperar e sim de se planejar e buscar soluções plausíveis para o seu negócio se manter ativo!
Vamos juntos!

Tawane

Oi, meu nome é Tawane Muniz! Você vai me ver por aqui escrevendo conteúdos para te ajudar a simplificar a gestão do seu negócio. Fique ligado!

Conheça o Programa NEX

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja!

Download Grátis

Deixe seu comentário!

Fique por dentro!

Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos como este

Obrigado, seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Desculpe, alguma coisa não deu certo. Por favor, tente novamente!

COMPARTILHE

Fique por dentro!

Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos como este

Obrigado, seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Desculpe, alguma coisa não deu certo. Por favor, tente novamente!

Conheça o Programa NEX

O NEX é um sistema de gestão comercial completo para sua loja! Fácil de implantar, Simples de Usar e com todo o Suporte que você precisar.

Download Grátis
Central de Ajuda

Para dúvidas sobre o Programa NEX ou Suporte Online...

Acesse a Central de Ajuda
Veja também:

Veja mais sobre

Voltar ao Início do Blog

Simplificando a vida de mais de 50 mil lojas em todo Brasil

O Programa NEX é um sistema de gestão comercial que vai facilitar a rotina da sua Loja. Com ele você pode controlar seu estoque, registrar suas vendas, controlar o caixa, emitir nota fiscal, fazer orçamentos, imprimir recibos e etiquetas, cadastrar clientes, produtos, fornecedores, controlar as contas a pagar e muito mais!

Baixe agora mesmo. É fácil!

Baixe Grátis
Ao baixar e instalar o Programa NEX você concorda com os Termos de Serviço do Software

A Nextar é uma empresa especializada em desenvolvimento de software para comércio, com 16 anos de experiência, presente em mais de 50 mil estabelecimentos em todo Brasil.

Criadora do Programa NEX, para lojas e comércios de todos os tipos, possui conhecimento profundo do dia a dia de seus clientes e oferece soluções de qualidade para transformar o gerenciamento de um comércio em uma tarefa simples, fácil e segura.

Conheça melhor a Nextar